You are here: Home > Cãoportamento animal, PlantãoPet, Proprietário Animal! > Criando Gatos – Filhotes: 3. Vacinação Vermifugação e Cuidados Veterinários!

Criando Gatos – Filhotes: 3. Vacinação Vermifugação e Cuidados Veterinários!

Bom dia, amantes dos pets!

Gentem (by Cissa Guimarães), quase um mês sem escrever. Me desculpem. Época de provas, sabe como é…

Então, finalmente nossa última PetDica sobre criação de gatinhos. Depois de acostumar seu gatinho à nova casa e ensinar boas maneiras, é hora de falarmos sobre  a importância da Vacinação/Vermifugação e Visitas frequentes ao seu Veterinário (“seu” do seu gato, é claro…)

ui!
Ui!

Todo o Universo Felino é menos conhecido que o Universo Canino, com as vacinações não é diferente. Em geral as pessoas nem sabem que vacinas dar pros gatinhos, ou pior!, nem sabem que devem vacinar os gatinhos!!

O calendário de vacinação felina não é padronizado. Isso acontece porque algumas regiões têm uma maior prevalência de doenças do que outras além de que, os hábitos do seu gatinho também interferem na hora de definir o esquema de vacinação. Por exemplo, se você mora em apartamento, seu gato não sai de dentro de casa e não tem contato com gatos de rua, não tem porquê vacina-lo contra Leucemia Felina.

Quem vai definir o calendário de vacinação do seu gatinho vai ser o Veterinário, mas em geral é mais ou menos assim (fonte: Merial):

2 meses: Vacina Múltipla – Primeira dose

3 meses: Vacina Multipla – Segunda dose

4 meses: Vacina Múltipla – Terceira dose + Antirábica

A Vacina Múltipla é escolhida de acordo com a região e o tipo de vida do seu gatinho, por isso informe seu veterinário direitinho sobre os habitos do seu amiguinho! As três variações são:

  • Vacina Tríplice: contra panleucopenia, rinotraqueíte e calicivirose
  • Vacina Quádrupla: contra panleucopenia, rinotraqueíte, calicivirose e clamidiose
  • Vacina Quintúpla: contra panleucopenia, rinotraqueíte, calicivirose, clamidiose e leucemia felina

Algumas perguntas que costumam aparecer:

  • Pra deixar meu gatinho super-hiper-ultra-mega protegido vou aplicar a Quintúpla, mesmo que o veterinário diga que ele só precisa da Tríplice, posso??

Melhor não. A Vacina Quíntupla tem uma série de complicações que podem aparecer após a aplicação, entre elas o aparecimento de um fibrossarcoma, que é um tipo de câncer super agressivo! Não faça seu gatinho correr riscos desnecessários, siga as orientações do Veterinário!

  • Credo, então se a Quíntupla é tão do malzão assim, nem vou aplicar, mesmo que o Veterinário mande!

Mais uma vez, siga as orientações do seu Veterinário! A leucemia felina é a doença que mais mata gatinhos “saideiros”. Pese os riscos e beneficios e decida junto com o Veterinário o que é melhor para o seu bichinho.

  • Vou vacinar meu gatinho o mais cedo possível, pra que ele já fique super imunizado e nunca fique doente! Posso?

A vacina só deve ser aplicada quando o gatinho já tem mais de 45 dias, antes disso não adianta nada. Assim que o filhotinho nasce e começa a mamar, junto com o leite da mãe nas primeiras mamadas vem um boa dose de Imunoglobulinas (ou “Ig”, porque nós somos intimos, ou Anticorpos, se você preferir), da mãe. Essas Ig’s da mãe dão uma super imunidade aos filhotes, ou seja, o filhotinho fica imunizado contra todas as doenças para as quais a mãe tem anticorpos. Só que esta imunidade (chamada imunidade adquirida) não dura pra sempre. Você pode pensar em um gráfico em forma de parábola (um U invertido), a imunidade atinge um pico e depois começa a decair. Assim que essa imunidade adquirida pelo colostro (primeiro leite) cai, é hora de aplicar a vacina. Se a vacina for aplicada antes, quem irá reagir com o antigeno (agente causador da doença) presente na vacina serão os anticorpos da mãe e não do sistema imune do filhote, então, quando os anticorpos maternos “morrerem”  o filhotinho volta a ficar desprotegido, porque o sistema imune dele não teve chance de produzir Ig’s contra o antígeno. O processo é um pouco mais complicado que isso, mas só assim já da pra ter uma idéia de porque é necessário seguir direitinho a idade mínima para vacinação. =)

Aliada à Vacinação e tão imporante quanto é a Vermifugação. Os vermes podem causar anemia, fraqueza, diarréia e morte em gatinhos, por isso não deixe de vermifugar! Assim como a vacinação, a vermifugação não segue um padrão. Quem define o calendário é o seu veterinário. Maaaaas, em geral o calendário segue este esquema:

30 dias: 1a dose de vermífugo

45 dias: 2a dose de vermífugo

60 dias: 3a dose de vermífugo

Depois de adulto a vermifugação deve ser reforçada a cada 4 ou 6 meses, dependendo da região, habitos do gato, etc, etc. O veterinário irá orientar.

Importante: Não deixe a presença de vermes no seu gatinho ser confirmada para só então vermifugar!!! A vermifugação deve ser como prevenção!! O mesmo para a vacina, depois de doente, não adianta vacinar!

E quanto às visitas regulares ao Veterinário, não deixe de realizá-las!! Logo que adquirir seu gatinho, já corra para um veterinário de confiança para uma primeira consulta. Retorno a cada 6 meses para um check up também é muito importante! Quanto mais cedo as doenças forem diagnosticadas, mas fácil e eficaz é o tratamento!

Qualquer anormalidade com seu gatinho, procure o veterinário o mais rápido possivel! Não espere a doença piorar, o caroço crescer, a orelha sarar…o “vou deixar como está pra ver como que fica” muitas vezes acaba sendo fatal!

E boa sorte aos donos de gatinhos! Dúvidas, reclamações ou dugestões, os comentários estão ali em cima!

Estes posts também têm tudo a  ver!

Outros posts tudo a ver!

  • Criando Cães – Filhotes: 3. Vacinação Vermifugação e Cuidados Veterinários!
  • Criando Gatos – Filhotes: 1. Nova casa e Alimentação!
  • Cuidados com os pets no inverno (Parte II)
  • Criando Gatos – Filhotes: 2. Higiene e adestramento!
  • Tô famosa!




Tags: , , , , , , , , , , , , , ,